Tratamento Dependência Química

Toda vida sem seu valor.

O que é?

A dependência química é o consumo frequente de substância psicoativas, drogas e álcool, substâncias que alteram o funcionando do cérebro e o comportamento. 

É uma doença, crônica e um problema que atinge o núcleo familiar e a sociedade. Portanto, não é um problema individual. 

Para quem é?

Para você e para todos que tem problemas relacionada ao vício de drogas licitas ou ilícitas. Para seu marido, esposa, filhos, parentes, etc.

O que leva a uma pessoa fazer consumo constante de determinadas drogas são variados. é uma doença crônica e progressiva que causa danos não só a quem faz uso, mas também a família que se torna codependente, traz conflitos, comportamentos obsessivos, agressivos, deprimidos e podendo colocar em risco sua própria vida e de outras pessoas. 

Como funciona?

O primeiro atendimento geralmente quem procura é a família, pois o adicto já não consegue ter consciência e não admite que precisa de ajuda. Esse primeiro contato é importante para analisar e definir que tipo de tratamento será mais assertivo e isso é feito pelo terapeuta. 

Se o tratamento é para você mesmo, parabéns! Você tomou o primeiro passo.

Feito a análise então será encaminhado para tratamento que passando pelo acolhimento período de desintoxicação, se preciso uso de medicamentos prescritos pelo psiquiatra, reabilitação, trabalho comportamental para que possa voltar a conviver em família e na sociedade. Há uma equipe terapêutica profissional treinada para tornar o tratamento humanizado e efetivo para cada caso específico.

Na análise todos os passos serão descritos e acompanhamentos que serão feitos.

Dúvidas frequentes?

O cliente sofre? Não mais do que já está sofrendo. Ao passar pela abstinência e fissura o cliente sofre desconforto sim e por isso é necessário uma equipe bem treinada.


E quando o cliente se nega ao tratamento? A família tem a opção de internar involuntariamente. O cliente não tem consciência que precisa de um tratamento e que está causando danos e colocando a vida em risco.

É feito acompanhamento familiar e após internação? Sim, será feito acompanhamento terapêutico. 

Todos os casos dependem de internação? Não. As situações não são iguais para todos e nem todos são iguais. Há casos que podem ser tratados com sessões terapêuticas.

A informação é melhor maneira de obter a solução.

Não custa pedir informação. Venha conversar comigo.

Gabriella Tzzaddi

Terapeuta

CRT 409/21 especialização em Toxicodependência 

SBP 130120 Terapeuta Holo-Sistêmica

Foco na saúde mental e bem-estar feminino. Você não está sozinha.

Informações e Plantão
 48 98861-2929